ANO VIII - 2007/2014 - www.curiosidadescatolicas.blogspot.com - Um Blog Católico Apostólico Romano - Produzido em Volta Redonda - R. Janeiro - Brasil.

Seja bem-vindo. Hoje é

10 de mar de 2009

POR QUE A IGREJA É CONTRA ABORTO, PRESERVATIVOS E DIVÓRCIO?

Por Carlos Martins Nabeto
Fonte: Agnus Dei

Todos esses três assuntos têm relação direta e atentam contra a família, mais precisamente contra a unidade e o amor que existem na relação interna familiar. Deus criou o homem e a mulher e concedeu-lhes a bênção da procriação. Por isso, a Igreja e a Bíblia enxergam a família como instituição sagrada, que não pode estar sujeita aos caprichos do egoísmo, da vaidade e dos interesses meramente humanos.


O preservativo, além de ser usado para evitar a "gravidez indesejada", incentiva a prática do sexo irresponsável, sem escrúpulos. O amor mútuo e verdadeiro que deve existir em todo casal é simplesmente substituído pelo erotismo, pelo ato sexual a todo e qualquer custo. Não são respeitadas as regras da fertilidade da mulher; não é respeitada a lei natural; não é respeitada a moral; não é respeitado o verdadeiro amor existente entre um homem e uma mulher: o que importa é o prazer, o sexo acima de tudo (o que é um absurdo!), com a "benção" [falsamente] assegurada pela "camisinha", que incontestavelmente certamente favorece muito mais a promiscuidade...


O aborto fere a dignidade maternal da mulher, maravilhoso dom concedido por Deus. Quem se rende ao aborto - seja qual for o motivo - é favorável à cultura da morte, sob a falsa máscara de planejamento familiar ou, mais tristemente, de gravidez indesejada. A mulher pode até ser a dona de seu corpo, mas o fato é que embrião ou feto não fazem parte do mesmo corpo da mulher (pois não são um órgão interno como o são os rins, o coração etc), mas são um corpo a parte. Por isso, o aborto é puro e verdadeiro assassinato, mesmo quando cometido nas primeiras semanas, ainda quando o embrião não possui forma humana; não é "coisa" que pode ser descartada, mas "pessoa" detentora do dom da vida! "Antes mesmo de te formares no ventre da tua mãe, Eu te conheci; antes que saísses do seio [materno], Eu te consagrei" (Jer 1,5)


Quanto ao divórcio - deixando de lado a questão da indissolibilidade como desejo original do Criador, como bem insistiu Jesus (Mt 5,31-32; 19,3-9; Mc 10,9; Lc 16,18; 1Cor 7,10-11) - constitui este em extremo atentado à dignidade do Matrimônio pois pretende romper uma promessa mútua dos cônjuges, obrigação contraída por livre e espontânea vontade - como é bom frisar, de viverem unidos até a hora da morte. Todos saem perdendo: um cônjuge fica abandonado e relegado ao desprezo; os filhos, principalmente menores, ficam traumatizados; e o outro cônjuge, aparentemente beneficiado, frequentemente cai em adultério (pois o vínculo contraído pela promessa nupcial permanece, cf. Mt 19,9), favorecendo ainda o adultério da outra parte. É a ruína da família, indiscutivelmente um dos fatores mais claros da desagregação familiar que gera tão pesados encargos para a sociedade, principalmente o aumento da violência.


Para uma visão mais completa sobre esses assuntos, sugiro a leitura cuidadosa dos parágrafos 2270 à 2275 (aborto); 2360 à 2379 (o verdadeiro amor entre os esposos); e 2382 à 2386 (divórcio) - todos do Catecismo da Igreja Católica.


NABETO, Carlos Martins. Apostolado Veritatis Splendor: POR QUE A IGREJA É CONTRA ABORTO, PRESERVATIVOS E DIVÓRCIO?. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/1552. Desde 14/07/2003

Nenhum comentário:

Veja também

REFLITA

Ter uma vida positiva é ter consciência que o universo precisa de você; é lutar pelos SONHOS de maneira determinada; é crescer sem precisar diminuir ninguém; é ter a verdade como um principio vital; é usar o poder da ousadia construtiva; é saber agradecer e perdoar, fraterna e totalmente; é priorizar a família; é viver cada dia de uma vez, sendo alegre no presente e otimista no futuro; é respeitar o próprio corpo; é se preocupar com os mais carentes; é preservar a natureza; é não se abater nos momentos de dor; é jamais perder a esperança; é ter auto estima; é ser rico em humildade; é sempre fazer a sua parte...Pois quando você faz a sua parte tenha certeza de que Deus fará a parte dele.

BLOG'S DO IVSON

SEGUIDORES