ANO VIII - 2007/2014 - www.curiosidadescatolicas.blogspot.com - Um Blog Católico Apostólico Romano - Produzido em Volta Redonda - R. Janeiro - Brasil.

Seja bem-vindo. Hoje é

6 de dez de 2008

Um pouco da história da Igreja Católica

A Igreja Católica foi fundada por JESUS CRISTO, no dia que hoje temos a quinta feira Santa, numa sequencia de acontecimentos, com a entrada triunfal em Jerusalém, onde foi proclamado rei dos judeus, causando inveja as autoridades que procuravam matar, sabendo do acontecimento, Jesus apressou em celebrar a pascoa, dois dias antes, marcando assim a nova pascoa (passagem) do regime judeu para o cristianismo, oferendo seu proprio sangue em substituição ao sangue da primeira pascoa que foi de cordeiro e cabrito.
Partir daí começou a perseguição, que cominou com a morte de Jesus na sexta feira, seus seguidores, sentiram vazios parecia que seria o fim mesmo com ressurreição no Domingo, seus seguidores se tornaram tímido, tendo apenas como conforto Maria a mãe de Jesus.
Seus seguidores já voltavam para seus afazeres de antes de encontrar Jesus, mas o ressucitado apareceu a eles e pediu que mantece reunidos, que iria enviar o paracto, o Consolador, o Espirito Santo, fato esse que aconteceu quarenta dias após, foi uma força desceu do céu, dificil de explicar, seus testemunhas descreveram como, um vento impertuoso, como lingua de fogo que repartia a todos, a partir encheram de coragem, de esperança e sairam a dar continuidade a trabalho de Jesus, enfrentaram todo tipo de perseguições, mais não desistia a força que receberam era maior, passava um perseguição, começava outra, seus seguidores, alegando que Deus não faz distinções de pessoas, aceitaram também os gregos, que passaram a ser perseguidos e fugiam, mais admirados da doutrina que recebera, onde chegavam fundavam comunidades, os apóstolos, sabendo disso partiam a visitar para complementar a doutrina e a igreja crescia.
Quando souberam que havia comunidade em Roma, alguns apóstolos partiram para lá e lá se estabeleceram, muitos ficavam admirados com a doutrina e aumentava cada vez mais seus seguidores, o povo passou a chamar a entidade de Igreja dos Apóstolos, e o povo de cristão, os governantes de Roma, passou a chamar de seita, e teve medo porque aumentava cada vez mais seus seguidores e passou a perseguir com crueldade, oferecendo cristãos em espetáculos ao mundo, O Colizeu uma arena de lutas, criando para os prisioneiros a lutar com as feras ferozes e famintas, passou também a colocar cristão que não davam em espetáculos porque não lutava com as feras aceitando ser devorados, porque sua fé na ressurreição era maior.
No inicio suas reuniões eram feitas nas Sinagogas, mas os judeus tradicionalista os expulsavam, passou a ser feito nas casas, com o aumento das perseguissões romanas, passaram a ser feitas as altas horas das noites e em cemitérios, chamados catatumbas, nos primeiros 200 anos todos papas foram martilisados, foi muito sangue derramado construindo assim o alicere da igreja. (lembrando que antigamente o sangue era usado como cimento)
Por fim converteu-se um grande do reino que passou a reinar, cumprindo assim uma promessa de Jesus a Pedro, eu vou sentar naquele trono, passando ter um imperador cristão, a igreja crescia e passou a chamar a Igreja de Roma, a igreja se espandia até os confins do mundo e passou a chamar Universal, (Católica, em latim). Foram os de fora quem deram nome a Igreja e aceito pelos cristãos, Igreja Catolica Apostolica Romana. se tornou uma instituição legal no seculo terceiro foi decretada a Igreja oficial do império Romano
A Igreja tornando uma intituição legal, cessaram as persseguições, um cemitério que fora construidos para os critãos e destivados com fim das perseguições, e no seu lugar construido um salão de festa chamado Latrão, mas como ninguém comparecia nestas festas, tornou inultil para o império e foi doado a Igreja, a partir daí a igreja teve seu primeiro Templo e em cima das ossadas dos cristãos, inclusel Pedro, como que para cumprir a professia de Jesus, também materialmente, quando falou a pedro sobre essa pedra construirei a minha igreja.
Com o crescimento da Igreja, parece que alguns esquereram do Espirito Santo e a Igreja teve seu primeiro Cisma, andando paralela por cento e cinquenta anos, entre os cristão convertido dos judaimo e os convertido do paganismo, voltando a unir novamete, a Igreja crecia em seguidores e patrimônio e poder, a ponto de possuir um terço de toda extensão territorial da Itália, no seculo XVII A Italia ficou assim dividida, o Vaticano no centro e uma parte da Italia no Norte e outra no Sul, com sua fortuna e poder dominou o mundo inteiro. Governos tiveram medo e confiscou seus bens, a Italia sentindo dividida em Norte e Sul, se uniram e reconquistaram, reduzindo o Vaticano no menor paiz do mundo, cerca de vinte alqueres paulista.
Varios papas passaram pela igreja de São Pedro a Bento XVI, cargo esse que passou a ser disputado como simbolo de poder politico, pessoas queriam ser papas independete da fé, no seculo VII, morreram mistériosamente trêz papas dentro de um ano, a ponto de ninguém mais querer ser papa, depois de oito anos, apareceu um santo homem disendo aceitar morrer pela igreja e reinou por decadas.
Nos anos mil, a Igreja passou por dificuldades, época de sombras como diz João Paulo II, e aconteceu o grande cisma da Igreja, dividindo na igreja do Oriente e Igreja do Ocidente, ou Igreja Católica e Otodoxa, mais a fé e a santidade dos leigos fez com que a Igreja caminhasse através dos tempos, A Igreja precisava de reformas e não foram poucos os que contribuiram, um deles Francisco de Assis, deu animo e novos rumos a Igreja para caminhar mais trezentos anos.
no seculo XV Alemanha e o Vaticano entrou em confrito, no inicio a Alemanha queria a sede da Igreja em seu paiz, porque era rendosa devido a grande quantidade de turista que a Itália recebia, O Vaticano não aceitou, devido já duas tranferença feita no passado, para França e para Ingraterra, a Igreja não fucionava nesses lugares, por isso chegou se a conclusão que Roma é o lugar que Deus escolheu.
Havia um padre muito inteligente, chamado Lutéro, os grandes da Alemanha passou a precionar, Lutero contra o Vaticano, Lutéro mandou quarenta e cinco tese ao Vaticano, o Papa aceitou trinta, parece que a hitória vai se repetir, como no seculo XII, de Francisco de Assis, com o papa aceitando a colaboração de Lutero a Igreja, Mas Lutéro não resistindo a pressão alemã, manda mais trinta tese, entre elas as quinze rejeitada, o papa entende que Lutéro não quer o bem da Igreja e excomunga o padre, (quer dizer desliga da igreja) era o pretexto que os governantes da Alemanha queria, porque também o Vaticano lançara uma campanha para construir uma Igreja, era tempo das indulgência, um tipo de sacrifio a ser feito no Jubileu, existente até os dias de hoje, o povo alemão muito piedoso, com certeza mandaria uma elevada soma, justamente para seu rival a Italia, A Alemanha rompe com o Vaticano e proibe o catolicismo.
Lutero sofreu muito com a excumunhão, (dizem que foi dois anos de profunda depressão) mas tornou o único orientador espiritual do povo alemão que necessitava e com apoio do governo do governo ficou facil, traduziu Blibia do hebráico para o alemão, Lutéro foi aconselhado a fundar uma religião pelos governates, mas não aceitou, dizendo que não podia por dois motivos disendo, para fundar uma religião é preciso primeiro morrer na cruz, isso eu não quero, segundo ressucitar, isso eu não posso, mais conquistou milhares de seguidores de seguidores, dando continuidade ao cristianismo.
O Rei da França declarou guerra com a Alemanha em nome do catolicismo, mais perdeu, oito anos após também rompeu com o Vaticano, porque separara da esposa e o papa não aceita fazer seu segundo casamento, fundando assim assim sua própria igreja e cassando oito veses.
Com a dotrina espiritual ligada ao governo o povo aceitava mais os desafios e a ser explorado, trabalhando mais os dois paizes deram grande passos ao desenvolvimento, vendo isso a Igraterra seguiu os mesmo caminhos.
Daí para cá criar Igreja passou a se criar igrejas indiscliminadamente, tornado bons negócios para seus fundadores, instrumento de manipulação, no século XIX, nos Estados Unidos politicos incentivava a criação e finaciava seus lideres, porque descobriu-se que era vantajoso invistir em apenas uma pessoa, angariavam muitos votos era muito mais barato fazer campanhas assim.
Mais no século vinte que se criou mais igrejas no ocidente.
A Igreja sofrera muitos golpes, que muitos estudiosos admiram por ter sobrevivido, por isso alguns converteram ao catolicismo dizendo, não fosse uma instituição divina, a igreja não teria restido, porque também foram muitos os golpes dos dos que se dizia de dentro, A Igreja sofreu o apocalipse no segundo milhenio mais chega vitóriosa, no terceiro, pois perdera um terço de seus fiéis varias vezes, no século XI, um terço XV, um terço no seculo XVII perdeu seu patrimônio, seu poder material, mais deu grandes passos no espiritual.
A Igreja havia perdido seu patrimônio, mais não havia ainda perdido seu poder. Mas no fim do século XIX, os grandes do mundo reuniram e disseram a igreja está sendo incapaz, pois ainda está havendo guerras, tiraram seu poder, vendo vaziu constituiram a ONO, que além de mostrar imcapaz foi testemunha de duas grandes guerras mundiais que mataram muito mais gente que os XX seculos da Igreja.
A Igreja Católica chegou no seculo XX com mais de um bilhão de seguidores, tornando maior de todas as igrejas, e até religiões, congregando quase dezoito por cento da população mundias e mais de cinquenta por cento de todos os cristãos, a Igreja perdeu seus bens materiais mais ganhou muito em espirituais, um dos maiores presentes de Deus nos ultimos tempos foi sem dúvida João Paulo II.
Com toda essa grandeza não podemos nos orgulhar, porque é obra de Deus, mais há muito trabalho a frente, foi suor foi sangue, foi discordia, chegamos até aqui com Deus caminhando a nossa frente e com certeza continuará a caminhar, porque nesses 2000 anos construimos a Igreja, mais é preciso estabecer o reino de Nosso Senhor Jesus Cristo a todas as criaturas,



Até meados dos séc. XI, por Igreja Católica referiam-se todas as dioceses que eram oriundas da Sucessão dos Apóstolos. Os cristãos ocidentais eram chamados de católicos e os orientais de ortodoxos.
Após o Cisma entre o Papa e o Patriarca de Constantinopla em 1054, convencionou-se chamar Igreja Católica ao conjunto de dioceses do Ocidente e Oriente que seguiram a liderança do Papa; e Igreja Ortodoxa o conjunto de dioceses do Oriente que seguiram a liderança do Patriarca de Constantinopla.
Nestes termos, por Igreja Católica entende-se o conjunto de todas as Igrejas que estão em comunhão com o Papa. Por exemplo: Igreja Católica Latina, Igreja Católica Melquita, Igreja Católica Maronita, Igreja Católica Siríaca e etc.
Entretanto, não se deve entender esta diversidade como denominações. O Termo denominação como é usado no Protestantismo é inadequado quando aplicado à Igreja Católica. No Protestantismo o termo refere-se a agremiações de fiés que são independentes entre si, tanto no governo, na disciplina e doutrina. Na Igreja Católica, a diferença de nomenclatura diz respeito apenas à diversidade do rito litúrgico (Liturgia) e à independencia das leis disciplinares (Código de Direito Canônico).
Conforme o exposto, por Igreja Ortodoxa entende-se o conjunto de todas as Igrejas que estão em comunhão com o Patriarca de Constantinopla, que também é chamado de Patriarca Ecumênico. São elas Igreja Ortodoxa Copta, Igreja Ortodoxa Grega, Igreja Ortodoxa Russa, para citar alguns exemplos.
O termo católico é muitas vezes associado imediatamente à Igreja Católica, sob o Papado, que tem cerca de mil milhões de fiéis, cerca de um sexto da População mundial, o que a transforma não só na maior agremiação cristã (representado cerca de metade dos cristãos do mundo) como também no maior ramo de qualquer religião [1] logo seguida pelo Islão Sunni. As suas características distintivas são a aceitação da autoridade do Papa, o Bispo de Roma, e a comunhão com ele, e aceitarem na sua autoridade em matéria de "fé" e "moral" e a sua afirmação de "total, supremo e universal poder sobre toda a Igreja".
Fonte: adecasvirtual

Nenhum comentário:

Veja também

REFLITA

Ter uma vida positiva é ter consciência que o universo precisa de você; é lutar pelos SONHOS de maneira determinada; é crescer sem precisar diminuir ninguém; é ter a verdade como um principio vital; é usar o poder da ousadia construtiva; é saber agradecer e perdoar, fraterna e totalmente; é priorizar a família; é viver cada dia de uma vez, sendo alegre no presente e otimista no futuro; é respeitar o próprio corpo; é se preocupar com os mais carentes; é preservar a natureza; é não se abater nos momentos de dor; é jamais perder a esperança; é ter auto estima; é ser rico em humildade; é sempre fazer a sua parte...Pois quando você faz a sua parte tenha certeza de que Deus fará a parte dele.

BLOG'S DO IVSON

SEGUIDORES